Informação sobre bronquite, causas, sintomas e tratamento da bronquite, com diagnóstico de bronquite aguda e crônica. Detalhe sobre a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e outras doenças respiratórias, incluindo formas de prevenção.


Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)

Desconhecida pela população e até mesmo por médicos não especialistas, a bronquite crônica e o enfisema pulmonar constituem a chamada “Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica, que hoje representa um problema sério de saúde pública, com grave impacto econômico e social.

A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica refere-se a uma série de distúrbios pulmonares que se mostram presentes durante um longo período de tempo e causam algum bloqueio ou obstrução das vias aéreas. Em sua forma mais comum, a Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica consiste em uma combinação de bronquite crônica e enfisema. Os sinais de alerta mais freqüentes da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica estão listados abaixo. Se você tiver quaisquer desses sintomas, converse com o seu médico a respeito assim que puder:
  • Tosse crônica – Qualquer tosse que estiver persistindo há um mês é crônica. Esse é um importante sintoma precoce, indicativo de que há algo de errado com o sistema respiratório, não importa qual for a idade da pessoa.
  • Falta de ar – A falta de ar que persistir depois de um breve repouso, em seguida à prática normal de exercício físico, ou que sobrevier após pouco ou nenhum esforço físico, não é normal. A respiração forçada ou dificuldade de respirar – a sensação de que é difícil inalar ou expirar o ar dos pulmões – também é um sinal de alerta.
  • Produção crônica de catarro – Os pulmões produzem flegma ou catarro em excesso como uma reação de defesa contra infecções ou agentes irritantes. A produção excessiva de catarro que estiver persistindo há um mês ou mais poderá ser indicativa de um problema subjacente.
  • Chiadeira – A respiração ruidosa ou com chiado é um sinal de que algo anormal está obstruindo as vias aéreas dos pulmões ou tornando-as estreitas demais.
  • Tosse com expectoração de sangue (Hemoptise) – Se você estiver expectorando sangue ao tossir, esse sangue pode estar vindo dos pulmões ou do trato respiratório superior. Seja qual for a sua origem, o sangue está sinalizando o desenvolvimento de um problema de saúde.
  • Resfriados freqüentes – Se a pessoa tiver mais de dois resfriados por ano, ou se um resfriado persistir por mais de duas semanas, é possível que haja algum distúrbio de saúde subjacente.
ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL